domingo, 8 de dezembro de 2013

O policia que morreu no cumprimento do dever

O policia na rua estendido inerte
com a farda manchada de sangue
permanece na calçada sem vida
Aonde os passos rápidos do inimigo
Ainda ecoam e podem ser escutados.

Eu sei que justiça está cega
que condena quem combate o crime
e liberta aqueles que o cometem
Mas na farda suja de sangue
caiem gotas de suor do colega ao lado
que em vão o tenta reanimar e salvar
e vai chorando lágrimas amargas e de dôr

O Povo lamenta a morte de um polícia,
e reclama por mais segurança
  enquanto vão colocando as velas
Que ardem ,brilham e se apagam
Quase tão depressa como a memória
De mais uma morte no cumprimento do dever...

O povo perde mais um policia
mas a familia perde um ente querido
os amigos perdem alguem que lhes diz muito
a lei e a a ordem,perdem mais um representante
que deu a vida para as defender e fazer cumprir!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais de 100.000 visitantes...OBRIGADA

Demasiada emocionada e sem palavras neste momento. 100.000 visitantes(já quase nos 101.000)...um número que nem em sonhos eu pensava um d...